blog desatualizado por tempo indeterminado; editora sem tempo para postar.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Mogli - O Menino Lobo (1987)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  Mogli - O Menino Lobo, é o 19º filme animado da Disney lançado em 18 de Outubro de 1967.                 Inspirado nas historias reais da criança Mowgli, e no livro O Livro da Selva de Rudyard Kipling.               Dirigido por Wolfgang Reitherman, Mogli foi á última animação da Disney produzida por Walt Disney, que faleceu no meio da produção.
As primeiras versões, tanto do roteiro e da trilha sonora seguiam o tom dramatico da obra de Kipling, sendo  escuro e sinistro; Algo que Walt não queria em seu filme para a família, levando o escritor Bill Peet e ao compositor Terry Gilkyson serem substituidos. O elenco emprega atores e músicos famosos como Phil Harris , Sebastian Cabot , George Sanders e Louis Prima , bem como regulares da Disney, como Sterling Holloway , J. Pat O'Malley e Verna Felton , e filho do diretor, Bruce Reitherman , como Mogli. O Menino Lobo recebeu recepção positiva, com grande aclamação para sua trilha sonora, com cinco músicas dos Irmãos Sherman e uma por Gilkyson, "Somente o Necessário ". O filme arrecadou mais de US $ 73 milhões no Estados Unidos em sua primeira estreia, e outros mais em seus dois relançamentos.


Depois que A Espada era Lei foi lançado, o roteirista Bill Peet afirmou á Walt Disney que "nós [do departamento de animação] podemos fazer personagens animais mais interessantes" e sugeriu que O Livro da Selva de Rudyard Kipling poderia ser usado para o próximo filme do estúdio. Walt concordou e Peet criou o tratamento original, com pouca supervisão de Disney, como tinha feito com Cento e Um Dálmatas e A Espada era Lei. No entanto, após a recepção decepcionante á A Espada era Lei, Walt Disney decidiu se envolver mais na história do que tinha sido com os dois últimos filmes, com o seu sobrinho Roy E. Disney dizendo que "[ele] certamente influenciou tudo no filme. (...) Com Mogli, ele ficou bastante viciado na selva e nos personagens que ali viviam."

Peet decidiu acompanhar de perto o tom dramático, escuro e sinistro do livro de Kipling, que é sobre as lutas entre os animais e o homem. No entanto, o escritor decidiu tornar a história mais simples, como o romance é muito episódico, com Mogli indo e voltando da selva para o homem da aldeia, e Peet sentiu que M6gli retornando ao homem aldeia deveria ser o final do filme. Seguindo sugestões, Peet também criou dois personagens originais: Shanti, a menina humana que Mogli se apaixonaria, como os animadores consideraram que apaixonar-se seria a melhor desculpa para Mogli a sair da selva, e Louie, o rei dos macacos. Louie era um personagem menos cômico, escravizando Mogli  e tentando forçar o menino a ensina-lo á fazer fogo. O orangotango também mostram um ponto da trama emprestado de O Segundo Livro da Selva , ouro e jóias sob suas ruínas -. após Mogli chegou ao homem da aldeia, um caçador iria arrastar o menino de volta para as ruínas em busca do tesouro. Walt Disney não ficou satisfeito com a forma como a história foi se transformando, como ele sentiu que era muito escuro para um filme familiar e insistiu em mudanças no roteiro. Peet recusou, e depois de uma longa discussão, Peet deixou o estúdio Disney em janeiro de 1964. 


Walt Disney então escolheu Larry Clemmons como seu novo escritor e um dos quatro homens de história do filme, dando Clemmons uma cópia do livro de Kipling, e dizendo-lhe: "A primeira coisa que eu quero fazer é precisar lê-lo".  Clemmons olhou o romance o achou com poucas continuidades, bastante episodico para um roteiro de filme. Clemmons queria começar em no meio, com alguns flashbacks depois, mas, em seguida,  Disney disse para se concentrar em fazer o enredo em linha reta: ".... Vamos fazer a carne da imagem,Vamos estabelecer os personagens, Vamos nos divertir com eles" dizia Walt.          Embora muito do trabalho de Bill Peet foi descartado, as personalidades dos personagens permaneceu no filme final. Isso aconteceu porque Disney sentiu que a história deveria ser simples, e os personagens deviam conduzir o filme. Disney teve um papel ativo nas reuniões de história, controlando cada função e ajudando a explorar as emoções dos personagens,  a criar gags e desenvolver seqüências emocionais.                           
Mogli - O Menino Lobo marcou assim o último filme de animação da empresa que teve toques pessoais da Disney, antes de sua morte em 15 de dezembro de 1966.

David Bailey foi originalmente escalado como Mogli, mas sua voz mudou durante a produção, levando Bailey não se ajustar á "jovem inocência do personagem de Mogli", que os produtores tinham em vista . Assim o diretor Wolfgang Reitherman lançou seu filho Bruce, que tinha acabado de interpretar Christopher Robin em ''Ursinho Puff ea Árvore de Mel'' . Os animadores utlizaram atuações de Bruce como um guia para o desempenho do personagem. A jovem atriz Darlene Carr estava indo em volta do estúdio quando os compositores Sherman pediu-lhe para gravar uma demo da canção de Shanti "my home ". Desempenho de Carr impressinou Walt Disney o suficiente para ele coloca-la como Shanti. 


No livro original, os abutres são personagens sombrias e maus que se alimentam de mortos. Disney os iluminou por os abutres terem uma semelhança física e vocal dos The Beatles , incluindo o corte de cabelo. Os abutres foram planejados para que os membros da banda dublarems e cantar uma canção, "Para isso que servem os amigos.''       No entanto, conflitos de agenda, acrescentando a John Lennon reagindo mal, levou à idéia ser descartada.  O elenco da abutres ainda trouxe um músico da Invasão Britânica , Chad Stuart da dupla Chad e Jeremy. 

Mogli - O Menino Lobo recebeu uma enxurrada de comentários positivos após a liberação, sem dúvida, influenciado por uma reação nostálgica á passagem de Disney. Á Time observou que o filme se desvia do livro de Kipling, mas "o resultado é bem agradável ... e é a maneira mais feliz de lembrar Walt Disney ". The New York Times chamou de "um recurso de desenho animado perfeitamente", e Life se referiu a ele como "a melhor coisa do género desde Dumbo, outro animado brilhante, desenhos vivaz e abençoadamente inculto"

Após o sucesso do filme, a Disney mais tarde lançou um remake em live-action e uma sequência Mogli - O Menino Lobo 2. 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário