blog desatualizado por tempo indeterminado; editora sem tempo para postar.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Disney e As Crônicas de Nárnia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Em 2005, a Walt Disney Pictures adaptou para as telas do cinema a famosa obra de C.S Lewis: As Cronicas de Nárnia - O Leão, a Feiticeira e o Guarda - Roupa. O primeiro de uma saga que contem 7 livros, ao todo. Publicados em meados da década de 50.

O filme foi um sucesso. Arrecadou 700 milhões nas bilheterias do mundo todo, sendo 291 milhões nos E.U.A; E recebeu 78% da aprovação dos críticos segundo o Rotten Tomatoes, e ainda de quebra foi indicado a 3 oscars: Melhor Maquiagem,Melhor efeitos especiais, e Melhor Som. Tendo ganhado na categoria de melhor maquiagem.

Tudo estava a favor. A Disney teria a sua própria series de filmes, de adaptações literárias.
O Grande motivo realmente da Disney ter produzido As Crônicas de Nárnia, foi para não ficar atrás da sua grande rival, a empresa do Pernalonga: Warner.
Que até então tinha lançado os 3 filmes da série de J.R.R Tolkien, O Senhor dos Anéis. Todos os filmes da série ganhou oscars, e forma sucessos de bilheterias. Se destacando o último filme, O retorno do rei, que levou para casa 11 oscars.
Sem contar a série Harry Potter, baseada nos livros de J.K Rowling, que só o primeiro filme arrecadou 900 milhões nas bilheterias.
A Disney é claro, não pode ficar fora desta. Livros de fantasia da dinheiro, com certeza. Hoje nós temos Crepúsculo, e depois que Harry Potter acabar seu substituto será Percy Jackson. E já estão procurando outra série para substituir a saga vampiresca de Stephenie Meyer. Os concorrentes mas fortes são Wings e Wake.

Em Hollywood é assim: Quando algo da dinheiro, eles sugam até o público enjoar.


E a Walt Disney Pictures, estava animada e otimista com o lançamento de As Crônicas de Nárnia - Príncipe Caspian. Continuação do antecessor.

O filme foi lançado em 2007, e teve um orçamento maior do quer o primeiro.
O primeiro filme foi filmado na Nova Zelândia, e custou 180 milhões. O segundo, teve como locações a República Tcheca, o México, e a Nova Zelândia e custo 200 milhões.

A Disney não se importou com os gastos; Como eu disse, estava otimista. Esperava um arrecadamento maior, ou no mesmo nível do antecessor. Porém, parece que a Disney não foi feita para embarca no ramo de adaptações literárias.

Comparado ao outro, o filme teve um mal desempenho. Arrecadou 141 milhões nos Estados Unidos, e 419 milhões mundialmente.
Os fãs dos livros de Lewis, também não gostaram muito. Alegaram que não era fiel ao livro.
E a crítica e o público tiveram a mesma opinião (algo que não acontece todos os dias). O Leão, a Feiticeira, e o Guarda-Roupa, foi superior a Príncipe Caspian. Todo mundo esperava ''mais'' do segundo filme.

A Disney é claro ficou revoltada, esperava um arrecadamento muito maior do filme. A empresa de Mickey sabia que o próximo filme da serie teria um orçamento maior. E ainda, tinha as questões de logísticas para serem resolvidas. Com o alto orçamento, e sem nenhuma garantia de sucesso, a Disney largou a série, e disse que não ia financiar o próximo filme.
Quem salvou Nárnia, foi a Fox que produziu o 3º filme.

Conclusão: As vezes as coisas não sai como o previsto!

Na minha opinião, a Disney não devia ter largado As Crônicas de Nárnia. Eu já li todos os livros, e são muito bons. Com certeza, merece mais credibilidade do quer Crepúsculo.

Mais fazer o que! Para mim, o principal motivo da Disney ter abandonado a série, foi pelo auto orçamento. Além do mas, a Disney já tem que sustentar um mundo mágico: o seu próprio. Não sei se ela aguentaria, sustentar o mundo mágico de C.S Lewis.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário