blog desatualizado por tempo indeterminado; editora sem tempo para postar.

sábado, 13 de outubro de 2012

Gilberto Gil adapta canções de O Rei Leão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Foram anunciados em São Paulo, detalhes sobre o musical 'O Rei Leão', que estreará em março no Teatro Abril (futuro Teatro Renault).

Gilberto Gil, que adaptou as canções para a versão teatral do clássico da Disney, esteve presente no evento e contou sobre como foi verter as composições do sucesso da Broadway para o português. "Fiquei reticente, mas tive uma animação muito grande em casa, na família, principalmente dos netos", conta o compositor. "Traduzir é sempre arriscado. O tradutor se arrisca a perder a alma, não só a sua, mas a dos outros."

O artista também discorreu sobre sua identificação com a obra, algo feito para a família, que fala de redenção. "Rei Leão é a dimensão redentora que é herdada pelo pequeno leão."

Thomas Schumacher, produtor e presidente da Disney Theatrical Group, e Julie Tayor, diretora do musical, também conversaram com a imprensa sobre o projeto, que é a maior bilheteria da Broadway de todos os tempos. Já arrecadou US$ 853,8 milhões desde o lançamento e foi visto por 65 milhões de pessoas.



"Essa é a pior ideia que eu vi na vida. Rei Leão não tem nada a ver com teatro", disse Schumacher sobre o que pensou quando lhe deram a missão de transpor o enredo cinematográfico para os palcos. Logo pensou em Julie para ajudá-lo. Ela foi buscar inspiração em todas as culturas do mundo para levar a savana africana e os animais para o teatro.

"Não é só ver a história, mas ver como ela é contada", acredita Julie, que se desdobrou na originalidade para tornar mais palatável o universo animal em cena.



Soluções como a roda das gazelas, que reproduz os animais pulando pela savana, além da manada de gnus que corre pelo palco em cilindros postos em diversas escalas, dão o tom das soluções criadas. Os atores e bailarinos, em cena híbridos de animais com humanos, em mistura de teatro de marionetes e outras técnicas, se confundem na caracterização para não ficarem caricatos e nem somente humanos.

A data de estreia, em março, ainda não foi definida. Ingressos começam a ser vendidos em esquema de pré-venda para determinados cartões a partir do dia 20. Os preços variam entre R$ 50 e R$ 280. A parceria da Disney com a empresa Time For Fun renderá ainda as adaptações para o Brasil de A Pequena Sereia e Mary Poppins.

Fonte: Diário do Grande ABC


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário