blog desatualizado por tempo indeterminado; editora sem tempo para postar.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O Corcunda de Notre Dame

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 A ideia original de O Corcunda de Notre Dame, de acordo com o produtor Don Hahn (A Bela e a Fera),  veio de desenvolvimento do executivo David Stain, sendo inspirado pelo conto de Victor Hugo do mesmo nome, em um filme de animação, depois de ler Classics  Illustrated, uma adaptação em quadrinhos. Então, Stain propôs a ideia a Disney que chamou Kirk Wise e Gary  Trousdale (A Bela e a Fera) para dirigirem o  projeto. 

O Corcunda de Notre Dame narra a história do Corcunda Quasimundo e sua luta para ser aceito na sociedade. O filme é o 34º Clássico Disney  lançado nos cinemas em 21 de Junho de 1996, com músicas escritas por Alan Menken e Stephen Schwartz, que tinham trabalhado recentemente em Pocahontas. O filme apresenta vozes de Tom Hulce (Quasimundo), Demi Moore (Esmeralda), Tony Jay (Frollo) e Kevin Kline (Capitão Febo). 



Gary Trousdale e Kirk Wise, tinham lido o romance de Victor Hugo, e estavam ansiosos para fazer a adaptação. Porém, fizeram várias alterações na história afim de torna-la mais acessível par as crianças. Isto incluiu tornar os heróis, Quasimundo, Esmeralda e Febo, mais simpáticos no filme, alterar O Arcebispo Frollo, para Juiz Frollo, afim de evitar polemica com a Igreja. Apesar disso, foi acrescentado um Arcebispo no filme. 
Como a história e bastante sombria e triste, foi adicionado coadjuvantes ''engraçadinhos'' na forma de três gárgulas de pedra da Catedral, além de manterem Quasimundo e Esmeralda vivos no final. Assim, O Corcunda de Notre Dame da Disney, é vagamente baseado no livro de Victor Hugo.  
Mas apesar das mudanças, a  animação é considerada uma das mais ''sombrias'' da Disney, e abordar questões mais maduras como a luxúria, infanticídio, pecado, profanação religiosa, hipocrisia, conceito de inferno, preconceito, injustiça social, como a aceitação que Quasimundo tando anceia. As canções também contem bastante conteúdo maduro nas letras, como as palavras ''prostituta'', que na canção de Frollo introduz o conceito de indulgencia sexual, bem como frequentes menções verbal ao inferno. 



 (os talentosos animadores)

Os animadores do filme, visitaram a real Catedral de Notre Dame em Paris, por algumas semanas. E fizeram vários desenhos, além de fotos da arquitetura da Catedral, para serem mais fiel aos detalhes.              Como a maioria dos filmes de animação, O Corcunda de Notre Dame, teve problemas com a história desde do início. Um deles, foi a seqüência de abertura que apresenta o nosso vilão, o juiz Claude Frollo.  O veterano de histórias Burny Mattinson, tinham reunido uma seqüência muito eficaz. No entanto, a produção do chefe Jeffrey Katzenberg sentia que faltava algo. Com o tempo, a seqüência foi finalmente definida por música e storyboarded por Paul e Gaetan Brizzi . Os irmãos talentosos juntou à  produção e - ao contrário da maioria dos animadores, eles realmente tinham vivido em Paris. Definida pela música de Alan Menken e Stephen Schwartz , essa seqüência de abertura é nada menos que brilhante.


No entanto, o número da dança de Esmeralda  era outra coisa. Carinhosamente desenhada por Chris Sanders , a menina cigana  foi um motivo de preocupação para as executivas do sexo feminino da Disney. Mais roupas e mais foram adicionados à Esmeralda, na esperança de "cobri-la". Outro momento também causou preocupação. Quando Frollo cheira o cabelo da moça, e novamente o público encolheu. Curiosamente, esta foi uma cena animada por uma mulher (Kathy Zielinski).

Como todos vocês provavelmente sabem, muito é cortado quando um filme está em desenvolvimento da história. Cenas e sequencias são excluida para melhorar o fluxo da história e desenvolvimento do caráter. 


No entanto, existem ótima cenas excluídas. Tais como a a maravilhosa introdução criada por Brenda Champan, com crianças nas ruas de Paris contando histórias assustadoras do "monstro" na torre do sino, e depois é  mostrada a primeira aparição do Corcunda.

É claro que todo filme tem suas questões sérias e tolas. "Como poderia voar gárgulas de pedra", perguntou o então CEO Michael Eisner . Aparentemente, nunca ocorreu na cabeça  do chefe perguntar "Como é possível falar gárgulas de pedra?"




Quando inaugurado em 1996, O Corcunda de Notre Dame recebeu o seguinte consenso dos críticos: "A Disney assumi o clássico de Victor Hugo com um drama desigual, mas seu visual forte, temas obscuros, e mensagem de tolerância, faz um sofisticado filme medianamente infantil ". Apesar deste índice de aprovação, Rotten Tomatoes colocou em sua lista de filmes impróprios para as crianças. 
Apesar de ter sido bem recebido pelos críticos de cinema, o filme recebeu duras críticas, dos fãs do romance de Victor Hugo, que estavam muito insatisfeitos com as mudanças que a Disney fez no material. Arnaud, um dos principais estudiosos sobre Hugo, acusou a Disney de simplificar, editar e censurar a novela em muitos aspectos, incluindo as personalidades dos personagens. Em sua revisão,  Arnaud mais tarde escreveu que os animadores "não têm confiança suficiente em seu próprio sentimento emocional" e que o filme "cai em clichês." O Daily Mail de Londres, chamou O Corcunda de Notre Dame de "o filme mais sombrio da Disney, com uma atmosfera que permeia de tensão racial, intolerância religiosa e histeria ralá" e "a  melhor versão do romance de Victor Hugo, uma obra-prima de desenho animado, e um dos grandes filme de musicais ".
Na sua semana de estréia, o filme estreou em segundo lugar nas bilheterias, arrecadando US $ 21 milhões. O filme viu pequeno declínio nas últimas semana e, finalmente, arrecadou apenas US $ 100 milhões nos EUA e mais de 325 milhões de dólares em todo o mundo, tornando-o o 5º filme de maior bilheteria de 1996. 






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Adoro a história do Corcunda, é muito bonita. Gostaria muito de ver a versão de 1939.
    Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

    ResponderExcluir
  2. Nunca cheguei a assistir esse desenho, mas deve ser legal ;)

    --------------------------------------------

    Seguindo o Blog, segue de volta?!

    Abraço,

    http://garotas100teen.blogspot.com
    http://twitter.com/Garotas100Teen
    http://youtube.com/Garotas100Teen

    ResponderExcluir
  3. Bia! Acredita que quando eu era mais nova não gostava muito deste desenho? Mas depois de um tempo, quando entendi a história , passei a gostar. Uma obra prima, quero dizer, mais uma obra prima dos Estúdios Disney!

    ResponderExcluir